"O BOM DA PAIXÃO
É QUE É RENOVÁVEL"
.
*artesãdaspalavras*

"Aqui estão registrados meus melhores e meus piores momentos. Minhas mais lúcidas e mais loucas inspirações. Ao escrevê-las, percorri sentidos e emoções.Tentei descrever com palavras os sentimentos mais contraditórios.
Se consegui? Não sei.
Mas valeu a tentativa."
.
IzilGallu

17 de fevereiro de 2011

SOU O QUE SOU


Sou tímida

Uso as palavras para me enganar

Sou covarde

não dou um passo além da

linha demarcada

Engano-me nesta fantasia

Quero ser outra

mas não desgrudo do

meu porto seguro

Um porto vazio de sentimentos,

mas que me mantem algemada

Quero ir ao encontro no novo ,

mas é tão difícil se desvencilhar do velho

Sou rebelde...

somente no papel.

.
izilgallu

9 comentários:

Nanda Assis disse...

ou somos muito iguais, ou vc me decifraa!!!


bjos...

Néia disse...

Oi querida Izil...
Aprendi que cada coisa acontece no seu tempo, e que muitas vezes não somos covardes e sim cautelosos. Acho que o medo é sempre o maior inimigo que nos faz travar diante o novo e desconhecido.Após alguns meses de blog, te digo com certeza,é preciso muita coragem para se expôr e isso vc tem de sobra, assim diria que talvez vc não encontrou na vida real caminhos mais fáceis para se libertar.Você é cautelosa, covarde nunca...
Beijos de um ótimo final de semana...

Bruna Maria Rocker disse...

Linda poesia!!!

Estou divulgando meu novo blog:

http://www.brunamariarocker.blogspot.com

Blog da Fofa disse...

Oi Izil, olha só faço minhas as palavras da Néia. Vc é fantástica e seus poemas são sempre maravilhosos. Um grande bjo

"Voando com Borboletas" disse...

Izil,
Querida amiga de web vida
Mulher forte e inspirada
Que nunca lhe falte coragem
Que nunca lhe falte o grito
Que nunca lhe falte caminhos
Que nunca lhe falte o primeiro passo para alcançar seus sonhos

Bjs na alma

Tiago Furtado disse...

Bons textos passa no meu :)

Jaque*Sampaio disse...

Amei...:)Lindo poema...

Vitória Amorim disse...

Que bacana, me identifiquei bastante com todos seus versos, também gosto muito de escrever, acho que por isso que estou fazendo pedagogia no iesb, acho que é a minha cara...vou passar sempre por aqui. =)

Rosa Mattos disse...

Um poema essencialmente honesto!


*bj