"O BOM DA PAIXÃO
É QUE É RENOVÁVEL"
.
*artesãdaspalavras*

"Aqui estão registrados meus melhores e meus piores momentos. Minhas mais lúcidas e mais loucas inspirações. Ao escrevê-las, percorri sentidos e emoções.Tentei descrever com palavras os sentimentos mais contraditórios.
Se consegui? Não sei.
Mas valeu a tentativa."
.
IzilGallu

13 de fevereiro de 2011

BANDIDO/BANDIDA


Bandido
Você é o bandido
Eu sou a vítima
Você me persegue por
vielas e becos,
ruas estreitas escuras
Eu sei que você
é o perigo,
mas nem ligo,
Você com este seu
ar de mistério,
igual àqueles bandidos
dos velhos filmes ruins
Você tem cara de mal,
e eu mal percebo.
Finjo que tenho medo,
que você me assusta
Mas sei que na realidade
A BANDIDA sou eu.

.

IzilGallu
Foto de João Lopes
.
postado pela 1ª vez 06/02/07

8 comentários:

JoséPereira disse...

Quem tem medo de quem?
É bom ler coisas assim.

Néia disse...

Bom dia Izil...
Acho que às vezes fingimos não sentir ou ver alguns sentimentos para nos manternos vivas,alguns diríam que somos acomodadas, eu diria que sonhos sonhadores e apostamos que um dia tudo pode mudar e enredo do filme se transformar.
beijos e um ótimo domingo

Jaque*Sampaio disse...

:P verdade...kkk

A. Reiffer disse...

Grato pela visita, e parabéns pelos teus textos e poemas, sempre belos. Abraços!

S.tephanie M.ello disse...

Adorei, parabéns...
Isso me fez lembrar de um monte de filmes ...
Quem nunca se sentiu uma BANDIDA na vida, hein? rsrsrs

LOBO DO MAR disse...

SONETO DE UM AMOR DORIDO...

Esse crime não merece perdão!
(by jan)

Mais uma vez, funcionou o pressentimento.
Ele, rápido, impediu que no peito crescesse
O amor que aumentava e dele ela zombasse.
Só uma impiedosa brinca com esse sentimento,


É digna de pena e merece o desprezo da gente.
Ferir o coração de quem a ama é uma sandice!
Se não o queria que, dissesse, antecipadamente,
Mas desprezá-lo dessa forma foi grande tolice.

Uma violência feita a quem não merecia
Foi perpetrada de forma brutal, inconseqüente.
Ela zombou de quem a amava e à sua poesia

Pessoa assim maldosa, nunca conseguirá a felicidade,
Por ter em sua mente uma enorme carga de remorso,
Viverá aos prantos, lacrimando a dor de uma saudade!

www.jl-correa.zip.net
www.janill.blogspot.com

Anônimo disse...

Reflexão prazeroza aqui, postagens como aqui está dignificam ao indivíduo que visitar neste blog .....
Faz muito mais do teu espaço, a todos os teus cybernautas.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.