"O BOM DA PAIXÃO
É QUE É RENOVÁVEL"
.
*artesãdaspalavras*

"Aqui estão registrados meus melhores e meus piores momentos. Minhas mais lúcidas e mais loucas inspirações. Ao escrevê-las, percorri sentidos e emoções.Tentei descrever com palavras os sentimentos mais contraditórios.
Se consegui? Não sei.
Mas valeu a tentativa."
.
IzilGallu

5 de maio de 2011

PELA FRESTA


Vejo a vida passar através

da fresta da janela

ela passa e me leva para

meu interior, me leva para

dentro das paredes

vou ficando cada vez mais interna,

mais fechada, mais louca

Os pássaros cantam

e este é o único som

que ainda me interessa.

As vozes dos humanos viraram

apenas murmúrios, lamentos

que não me interessam mais

.

izilgallu

7 comentários:

ValCruz disse...

Adorei seus escritos!!

Abraços, vou te seguir!

Até mais...

Anônimo disse...

Seu blog é maravilhoso seus poemas
são lindos.
Carmen

Elias Balthazar disse...

Pela fresta, pela janela, pelos anos, por entre os dedos... A vida passa

Cristina disse...

Gostei muito do blog e agora passo a seguir e a dar uma espreitadela sempre que possivel.
Lindo poema.... e eu até me identifico com que escreveu.

POETA... disse...

me apelidaram de esquizoide.kkk
me chamaram de louco. kkk
me definiram como introspectivo.
talvez eu seja tudo isso, mas eu prefiro apenas ser chamado de poeta.

como disse é na solidão que nasce o poema. Não há poesia que se mantenha sem a calmaria de uma caneta a percorrer o papel, nem poeta que sobreviva sem o costumeiro som da civilização.

Kvothe disse...

Gostei dos teus poemas :) também escrevo, se quiseres ler http://obecodourdidor.blogspot.pt/

Anônimo disse...

Noite quente, mente aberta, no escuro solitário desembaraço de visões proeminentes, afogados, desatentos, sonolentos, descompasso desatina o desassossego, tão distante do destino, desacato o descaso dos desavisados, desorientados à despertar, em vão será abrir os olhos a quem permanece em bondage diante do destino da sociedade doente.