"O BOM DA PAIXÃO
É QUE É RENOVÁVEL"
.
*artesãdaspalavras*

"Aqui estão registrados meus melhores e meus piores momentos. Minhas mais lúcidas e mais loucas inspirações. Ao escrevê-las, percorri sentidos e emoções.Tentei descrever com palavras os sentimentos mais contraditórios.
Se consegui? Não sei.
Mas valeu a tentativa."
.
IzilGallu

4 de março de 2011

FOMOS FERIDOS


Éramos dois

Dois corpos

Dois amores

Dois corações

que um dia

se uniram

Mas então...

houve um engano

Rompeu-se o laço

Fomos feridos

Dividiram-se as almas

Rasgaram-se os corações

Agora somos corpos vazios

Com os pedaços do

coração remendado

Vazou o amor

Tudo acabou

Ficou o vazio

Ficou só a dor.

.
izilgallu

11 comentários:

Osmar Santos disse...

massa Izil!
Juntos somos dois mas sozinhos somos apenas metade!
Bjux

Rosa Mattos disse...

E isso dói!/ Ainda assim, é possível continuar vivendo - o que não deixa de ser impressionante.

Parabéns. bj*

ElaiNe disse...

Adooorei....
Beem interessantee....
O amor quando se acaba, realmente trás uma dor muiiito grande, a pessoa tem que ser forte pra superar!!!
bjos

Néia disse...

Oi querida Izil...
Nem tudo está perdido, às vezes coisas quebradas ainda podem ser consertadas.Tudo acabou é um termo muito forte, assim, sempre temos a esperança de que um dia ainda ou vamos consertar o que deu errado ou então começar de novo.
Beijos e um ótimo feriado, imagino que aí deva estar um loucura, aproveite esses dias...

Valdecy Alves disse...

Belíssima poesia.

A poesia é a manifestação que tem como alma o sentimento, a mais profunda interpretação que o poeta pode ter do mundo que o cerca, passado, presente, futuro... das belas artes o ápice. Convido a ler uma poesia de minha autoria, escrita em 05/03/2011 e publicada em meu blog: http://valdecyalves.blogspot.com/2011/03/canto-vida-peregrina.html

Valdecy Alves disse...

A poesia é a manifestação que tem como alma o sentimento, a mais profunda interpretação que o poeta pode ter do mundo que o cerca, passado, presente, futuro... das belas artes o ápice. Convido a ler uma poesia de minha autoria, escrita em 05/03/2011 e publicada em meu blog: http://valdecyalves.blogspot.com/2011/03/canto-vida-peregrina.html

Nanda Assis disse...

pior que foi isso mesmo!!!

bjos...

Nuno Oliveira disse...

Bem... os seus poemas sao qualquer coisa de fascinante... adorei o seu blog... passe no meu blog... deixe comentario... e seguir partilhe-o... bjs

Marilene disse...

Seu blog está lindo, em aparência e conteúdo. Parabéns!

umcanto-recantodaalma.blogspot.com

Marilene

Gil disse...

Um belo poema... Da separação sobra sempre um vazio, mas também uma experiência que permite torná-lo mais pequeno de cada vez que se tenta!

Gil
Pensamentos de Amor

Logement nu disse...

olá passei no seu blog, pois ouvi muito falar dele e realmente achei que seus poemas ficcaram ótimos espero que possamos aprender alguma coisa juntas este é o meu blog
http://stiflingwolf.blogspot.com/
se puder me faça uma visita