"O BOM DA PAIXÃO
É QUE É RENOVÁVEL"
.
*artesãdaspalavras*

"Aqui estão registrados meus melhores e meus piores momentos. Minhas mais lúcidas e mais loucas inspirações. Ao escrevê-las, percorri sentidos e emoções.Tentei descrever com palavras os sentimentos mais contraditórios.
Se consegui? Não sei.
Mas valeu a tentativa."
.
IzilGallu

4 de dezembro de 2010

PIMENTA QUE ARDE



Sou assim malcriada

Arrependo-me desta estupidez

Falo sem pensar, por impulso.

Erro tudo

Peço desculpas depois

Todos os dias

Faço promessas,

Vou ser mais controlada,

Mais calada

Vou pensar antes de falar

Mas não adianta

De repente tudo muda

E viro do avesso de novo

Sou veneno puro

Pimenta que arde

Sou assim...

Não mudo....

.
Izilgallu

7 comentários:

Nanda Assis disse...

ai amiga, se vc escreve falando de vc, somos iguais!!

bjosss...

.
~~~~~~~~########~~~~~~~~~~~~~~~~
~~~~~#~~~~~~~~~~####~~~~~~~~~~~~
~~#~~~~~~~~~~~~~~~~~##~~~~~~~~~~
~~#~~~~~###~~~####~~~#~~~~~~~~~~
##~~~~~~###~~~~##~~~~~##~~~~~~~~
##~~~##~~~~~~~~~~~###~##~~~~~~~~
##~~~#####~~~~~~####~~##~~~~~~~~
~~#~~~~~#########~~~~#~~~~~~~~~~
~~###~~~~~~~~~~~~~~~##~~~~~~~~~~
~~~~####~~~~~~~~####~~~~~~~~~~~~
~~~~~~~~########~~~~~~~~~~~~~~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~###~~~~~###~~~~~
~~~~~~~~~~~~~~#######~#######~~~
~~~~~~~~~~~#####################
~~~~~~~~~~~#####################
~~~~~~~~~~~~~#################~~
~~~~~~~~~~~~~~###############~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~###########~~~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~#####~~~~~~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~#~~~~~~~~~~

Blog da Fofa disse...

Oi Izil, lindo poema,. Eu não sou pimenta, sou meio melada demais. Sabe, o meu conflito comigo mesma, é justamente ao contrário. Eu gostaria de ser mais apimentada,rs. AS vezes sou até meio boba. Adorei. Adoro seus poemas

jk disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jéssica * Magali * disse...

Me identifiquei com seu texto!
Sou malcriada, me arrependo, peço desculpas, mas sou inconstante e viro a casaca. Sou PIMENTA QUE ARDE...amei essa parte!!!!

Parabéns pelo blog!!!!

Layla Sabongi disse...

Olá, dei uma passadinha e achei fantastico seu espaço.
Estou te seguindo!
lindo texto, de uma sutileza unica!

estou construindo meu espaçinho tambem, visite-o se puder :
http://otudoeumacoisaso.blogspot.com/

Anônimo disse...

Sou assim
como tu
feito de tudo
e nada.
Sou assim
perdido
na noite
vagueando
na estrada
vazia

LOBO DO MAR disse...

Querida nunca te sintas “um caco”, pois és mulher e só porque esse ser é divino, já linda, és. Uma mulher linda tem o direito e até a obrigação de olhar “por debaixo” de qualquer porta à procura do que mais lhe interessa o amor, para sentir ou para fazer. Mas jamais te esqueças de deixar a tua porta aberta.
Foge das “sombras” que te perseguem. Quando isso acontecer procura refúgio nos braços de alguém, faça amor, muitas vezes, até que as “sombras” se cansem e desapareçam. Fazer amor, com muito tesão, é remédio para tudo, até para afugentar as “sombras” que nos perseguem porque o ruído do nosso gozo vai com certeza assustá-las, afugentá-las para sempre.
Quando te sentires “em cacos, retalhada, despedaçada” procura algum artesão da alma ou do corpo – o mais indicado – aquele que te dará mais tesão e refaça os teus cacos.
A “felicidade’ é “um cavalo encilhado” que passará na tua porta e terás que estar atenta par montares nele rapidamente.
Se o provaste e gostaste do “sabor” e agora queres “odiá-lo” proves novamente, uma, duas, várias vezes até “enjoar” e quando isso acontecer prove em outra boca o beijo que procuras que, além de sabor encontrarás mistérios e prazer e sentirás nele amor, paixão, tesão em vez de dor.
A mulher “pimenta que arde” é perigosa mais é a que tem o melhor sabor e o sabor dela não foi feito só para um apreciador. Fuja dos apreciadores ciumentos, inseguros. Procura este homem ele existe e pode estar ao teu lado.
“Malcriada” todas são quando se sentem ofendidas.
Saber “pedir desculpas” é uma virtude que se contrapõe para poder equilibrar a mulher anterior.
“Fazer promessas” e não cumprir só é perigoso quando as fazemos aos santos. Tu és baianinha e disso entendes, melhor do que eu, que sou carioca e, disso, apenas ouvi falar.
Virar “do avesso de novo”, ser “veneno puro”, “pimenta que arde” tudo isso reunido numa só mulher é qualidade e não defeito de uma bela “potranca” – é assim que eles se referem às mulheres gostosas lá nos pampas , com os quais concordo – qualidades repito de uma bela “potranca” que ainda não se deixou montar por um exímio cavaleiro que saiba apaziguar, acalmar todo o furor, esse tesão tantos anos acumulado.